segunda-feira, novembro 12, 2007


PAULA OLIVEIRA NO "HOT CLUBE", Lisboa, Portugal.

Atenção a esta cantora de jazz em português, que já tive, há alguns anos, a oportunidade de ouver no mesmo espaço - o "Hot Clube de Portugal"- que anuncio em título.

Paula Oliveira é uma cantora de alma, com uma excelente técnica vocal e um repertório (luso) de um bom gosto sem mácula. Na altura (há dois ou três anos atrás), fiquei muito bem impressionada. Não a conhecia e não tinha qualquer referência sua, provavelmente por andar distraída com outras coisas... Porque era caso para me perguntar onde é que tinha andado para não ter ainda dado por esta figura a fixar no quadro dos nossos melhores.

Entretanto, apercebi-me da edição de um CD, em parceria com o pianista João Paulo, que não conseguiu cativar-me, pela fraca qualidade da gravação. Ou talvez eu estivesse demasiado exigente nesse dia...

Bom, mas o que me faz falar dela hoje é porque continuo a achar que se deve estar atento a tudo o que faz e ir até ao "Hot", no dia 14 deste mês, ou comprar o seu último CD - "Fado Roubado" - que me parece uma boa aquisição, por aquilo que transparece daqui .

6 comentários:

Vinyl disse...

Não a conheço, ainda. Depois ouvirei com calma e darei minha opinião.

CigarraJazz disse...

Já ouvi um pouco do seu último CD e, embora não primando pela inovação, mostra um trabalho limpo e bonitinho, mas algo nostálgico, do meu ponto de vista de portuguesa progressista. Continuo a afirmar que ela tem bastante qualidade e uma escolha impecável.
Obrigada pelo comentário e espero ver a sua opinião. Já coloquei aqui o link para o seu blogue, que achei muito interessante e didático.

Paulo disse...

Já fui escutar e pareceu-me bem. Normalmente não gosto destas novas vestimentas que dão aos clássicos e prefiro os originais, mas pareceu-me que ela faz um trabalho sério.

CigarraJazz disse...

É isso. Ela faz um trabalho sério e com conhecimento de causa.
Bjs. e obrigada pelo comentário.

John Lester disse...

Cigarra, gostei muito da seleção em sua playlist. Grande abraço, JL.

CigarraJazz disse...

Obrigada, John Lester. Também tenho lido os seus escritos no Jazzseen e acho-os muito bons. Aliás, o seu blog é óptimo. Só não gostei de um certo vídeo que diz para a gente pôr o som mais alto...
Um abraço p'ra você também.