quarta-feira, abril 25, 2007

No rescaldo do que foi um marco na minha vida, o dia de ontem, e tendo em conta que a minha noção de tempo é de um abstracto atroz - a minha memória omite sequências, cronologias, idades, anos, momentos, pessoas, e, principalmente, os momentos a não recordar (aqueles que queremos mesmo esquecer) - fiz cinquenta anos e nunca imaginei sentir-me tão jovem com esta idade. Não me sinto como me imaginaria com esta idade. Pelo menos, há 3 dias que não tenho idade. Deve ser do trauma. Mas, essencialmente, quero reter, desta data, que me senti preenchida com o amor e amizade dos entes que me rodearam e que entram na minha noção de família. Os que não puderam estar presentes físicamente, estiveram-no de outra forma, mas também estiveram.
E pronto, mais não digo senão começo a liquifazer-me e, à conta dos Whiskizitos comemorativos, ainda evaporo de vez...

sexta-feira, abril 13, 2007


Para os meus amigos que aguardam ansiosamente a continuação do meu Conto, aqui fica uma cena que certamente lhes irá provocar ansiedade.

sexta-feira, abril 06, 2007

http://www.newyorker.com/humor/cartoons/daily/videos/2007/04/09/070409_tasteslikechicken
Este é o endereço que dá acesso a cartoons da revista New Yorker, animados. Simples e geniais.

segunda-feira, abril 02, 2007


Dusty Springfield já madura e com os Pet Shop Boys num Clip de ambiguidades...

Dusty Springfield no princípio.

domingo, abril 01, 2007


É sempre bom tropeçar na arte desta senhora e investigar um pouco o que ela tem feito por esse mundo, desde os anos sessenta até aos seus sessentas e tais, sempre frescos. Há uns anos atrás, lembro-me dela na Gulbenkian, minha única oportunidade de a ver e ouvir (ouver, portanto, parafraseando o nosso José Duarte - cá está uma palavra que deveria já constar dos novos dicionários de língua portuguesa). O espectáculo foi óptimo, mas parece que houve uma parte do público que não sabia bem ao que ía, conforme provado pela debandada logo no primeiro intervalo...