segunda-feira, outubro 29, 2007


PATTI SMITH!.......YES!!!!

O Coliseu de Lisboa teve, ontem, o ENORME prazer de receber a grande dama do Rock/Punk, a fantástica, a inesquecível, a única, aquela que incorpora Rimbaud, Robert Mapplethorpe, Fernando Pessoa, Tom Verlaine, aquela que canta poesia com a força de um tornado, que mexe com o público até ao êxtase numa mobilização magnética para todas as grandes causas humanísticas, humanas e da Humanidade. Um coração enorme em forma de gente, uma fúria redentora, uma voz que nos acorda de marasmos negligentes e nos convence que, connosco, o mundo pode ser um sítio maravilhoso para se viver. Assistir a um concerto de Patti Smith é obrigatório! Há mais de trinta anos que sonhava poder ir a um concerto seu e, se, em 2001, tive oportunidade de estar numa sua intervenção intimista e com público escasso no Pavilhão Carlos Lopes, em que apenas se fazia acompanhar por Oliver Ray, na guitarra, para sempre gravada no mais profundo do meu ser, ontem foi a realização total. Depois disto, já posso morrer descansada.

O seu acompanhante de (quase)sempre, Lenny Kaye, também foi a Com-Firmação. Instrumentos: Guitarra e voz, ambos perfeitos e em absoluta sintonia de alma e corpo com Patti. Há entre eles uma espécie de união perfeita (cósmica?) que reforçou, ainda mais, a onda de energia que possuiu o público.
Patti Smith é o Ser Humano, é a parte em nós que nos faz falta. Thank You!!!!

5 comentários:

Paulo disse...

Minha amiga.

Como se tivesses bebido da energia de Patti Smith, soltou-se-te a pena e descreveste aqui o que eu senti ontem. Um concerto memorável. Imagino que passaste o dia em transe.

CigarraJazz disse...

Querido Paulo, não só passei o dia em transe, como estive toda a manhã a ouvir a sua obra em síntese, o seu cd duplo "Land", que contém uma resenha de tudo o que de melhor ela publicou.
Bjs. e obrigada pelo comentário

pb disse...

Acabei de encontrar o seu blog e fiquei impressionado! Adorei, para além do jazz, é claro, tudo o resto! E vir aqui relembrar Patti Smith então! Que maravilha, a Patti Smith que ouvi, até à exaustão, na minha adolescência, horas e horas a ouvir o disco Easter. Parabéns pelo blog, mais uma vez, vou voltar!

CigarraJazz disse...

Obrigada pela visita e pelo comentário, pb. Se gosta de Patti Smith e não esteve no concerto, fico com pena, porque foi muuuito bom!

pb disse...

Pois...
Acredito, mas não veio ao Porto, acho eu, pelo menos não soube.