domingo, fevereiro 15, 2009

Chama-se Once upon a Summertime


Foi gravado em Setembro de 1958, dias 12 e 13, em Nova Iorque. Norman Granz (Verve) convenceu-a. Acompanharam-na, Mundell Lowe, na guitarra, Ray Brown, no baixo, Ed Thigpen, bateria. Ela cantou e tocou piano. E não é que hoje me está a saber magníficamente bem ouvi-la?...Ontem mencionei ter só um cd, não disse qual. É este. Justiça me seja feita, que ainda há poucos meses atrás o ouvi de novo, para me testar. Mas ainda não estava, então, dentro do "espírito" da coisa. Foi preciso esta notícia fatal para me fazer reapreciar Dearie. E não sei se é de hoje ter festejado algo muito importante para mim ou se por achar que ontem não lhe prestei tributo suficiente, senti este impulso de a re-homenagear.

10 comentários:

Carlos Azevedo disse...

Da Blossom Dearie, gosto particularmente de um álbum dos anos 60 ao vivo no Ronnie Scott's de Londres.
Acho que é uma daquelas vozes de que se gosta ou não, sem meio termo. Dizem que a cantora sueca Lisa Ekdahl é muito parecida, mas não concordo. O José Duarte diz o mesmo da Fátima Serro, mas também não concordo. Isto sem qualquer desprimor para uma e outra; simplesmente, não acho nada parecidas com a Blossom Dearie.

CigarraJazz disse...

Conhecendo pouco de Blossom Dearie, a primeira sensação que tive quando ouvi Lisa Ekdahl foi da semelhança de timbre de voz e o idêntico tom de menina diferente da maioria das cantoras de jazz, que, quais fadistas de outros mundos, transportam na sua voz o peso da vida, vivida e sofrida. Mas agora concordo consigo, Carlos - há diferenças imensas entre uma e outra.

CigarraJazz disse...

Carlos,

Quanto ao álbum de que me fala, ainda não conheço e agradeço a sua dica - vou tentar ouvi-lo.

Carlos Azevedo disse...

Sim, nesse aspecto pode ser feita uma associação: vozes de meninas. Mas a Ekdahl transmite doçura, ingenuidade até, enquanto a Dearie não; é uma voz traquina, malandra (repare nas inflexões e subtis variações de timbre a que a Dearie recorre). O disco que referi é este: http://www.vervemusicgroup.com/artist/releases/default.aspx?pid=11523&aid=2983.

John Lester disse...

Excelente.

Ana Oliveira disse...

Ola

Vim deixar um beijo e um ate breve.

CigarraJazz disse...

Lester,

Ainda bem que gosta, porque eu também dei comigo a gostar muito, assim de repente.

CigarraJazz disse...

Ana,

Seja bem aparecida e até breve, mesmo.

Beijos.

Ana Oliveira disse...

Vim deixar mais um beijo e dizer que a exposicao esta ate amanha...as farturas sao boas...a musica...valha-nos Deus (da valsa ao quim barreiros,vale tudo)

Boa semana

Ana

2007friend disse...

Obrigada Cigarra que voz tão linda...melhor que sonho de voz...
Bj